Loja Maçônica Perfeita União 8 nr 70,  entrega presentes a crianças da Creche Marieta Navarro Gayo

Loja Maçônica Perfeita União 8 nr 70, entrega presentes a crianças da Creche Marieta Navarro Gayo

Por (Eni) Foi com ansiedade que as crianças da creche Marieta Navarro Gayo receberam presentes entregues  pela Loja Maçônica Perfeita União 8 nr 70, que fica situada à Rua Continue lendo >>>

Instituição Maria de Nazareth, Casa da Mãe Pobre recebe visita da MV1

Instituição Maria de Nazareth, Casa da Mãe Pobre recebe visita da MV1

Por (Eni) A Instituição Maria de Nazareth, Casa da Mãe Pobre, esteve movimentada em 29 de novembro passado por uma turma de ilustres visitantes do conceituado Colégio MV1 – Continue lendo >>>

Creche Isabel a Redentora comemora a chega da estação das flores

Creche Isabel a Redentora comemora a chega da estação das flores

Por (Eni) A primavera é uma estação de muita cor, luz,  alegria e prosperidade. As paisagens enchem-se de cores, deixando ruas, campos, parques e jardins com o aspecto alegre Continue lendo >>>

Semana do Folclore na Creche Marieta Navarro Gayo

Semana do Folclore na Creche Marieta Navarro Gayo

Por  (Eni) O nosso país, é dono de uma riqueza cultural incomparável, graças à mistura entre diferentes etnias dos mais variados povos e culturas. O folclore brasileiro é bem Continue lendo >>>

Viva São Pedro e viva São João na Creche Marieta Navarro Gayo

Viva São Pedro e viva São João na Creche Marieta Navarro Gayo

Por (Eni) A festa junina é uma tradição e faz parte da cultura escolar, anima e promove a socialização entre crianças, famílias e professores. Os 75 alunos da creche Marieta Continue lendo >>>

 

Um Feliz Ano Novo da CMP para você

É preciso fazer o bem no limite de suas forças, porque cada um responderá por todo o mal que resulte do bem que não tiver feito.

Feliz Ano Novo da CMP

Divulgação CMP

Honra

Honrar o pai e a mãe não é somente respeitá-los, mas também assisti-los em suas necessidades; proporcionar-lhes o repouso na velhice; cercá-los de solicitude, como eles fizeram por nós na infância. (Allan Kardec)


Casa  da Mãe Pobre, foi aqui que tudo começou:

“Em 1931, Henrique Magalhães, com  sequelas da doença que o acometeu anos atrás se agravaram, razão pela qual, a conselho de seu médico particular, fixou residência na pequena e tranquila cidade de Teresópolis, situada a quase mil metros de altitude, na Serra Imperial.  Cinco anos antes havia se casado com Dona Zulmira, companheira fiel de uma longa jornada de 73 anos; desta harmoniosa e rara união nasceram suas três filhas.

Abastado comerciante, para uma pequenina e pobre cidade, era sempre procurado por instituições de caridade para prover doações, uma das quais, formada por um pequeno grupo de espíritas que buscavam recursos para amenizar os sofrimentos de crianças carentes e idosos abandonados. Foi incontinentemente repelida por ele, dado que repudiava energicamente este tipo de crença, embora nunca tivesse se detido a estudar e entender suas origens e seus propósitos.

Teresópolis,  à época, sofria com uma contundente epidemia de meningite que não escolhia suas vítimas somente entre a população pobre da cidade; sua segunda filha, portuguesa de nascimento e, então ainda a caçula, contraiu a terrível doença que se agravou a ponto de seu próprio médico de confiança manifestar sua descrença em mantê-la viva por muito tempo, apesar da dedicação e empenho em tentar curá-la, usando, para tal, todos os métodos e remédios conhecidos na época.

Parecia ter chegado o momento de inflexão!  Já em desespero, o jovem Henrique, empenhado ao extremo para salvar a vida de sua pequenina filha, anuiu em submetê-la a um tratamento espiritual, fé que antes repudiara veementemente; para seu espanto, um prolongado tratamento homeopático e uma interminável sequência de passes magnéticos, prescritos em uma reunião espírita, começavam a dar bons frutos, resultando finalmente numa inesperada e “milagrosa” cura; o que o fez procurar, de início apenas por curiosidade, um melhor conhecimento daquela crença, o que fez através da atenta leitura da terceira das cinco grandes obras de Allan Kardec Evangelho segundo o Espiritismo” –“compreendi o quanto estava distanciado de Jesus e de Deus, aprisionado no egoísmo…” (Henrique Magalhães).

Boas Festas e um Feliz Ano Novo!

 

 



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...