1 - Henrique Magalhães fundador da Casa da Mãe Pobre

1 - Henrique Magalhães fundador da Casa da Mãe Pobre

\\\\\\“Compreendi o quanto estava distanciado de Jesus e de Deus, aprisionado no egoísmo…”\\\\\\ (Henrique Magalhães) Continue Lendo »

2 - Alan Kardec

2 - Alan Kardec

\\\\\\\"Você receberá, de retorno, tudo o que der aos outros, segundo a lei que nos rege os destinos.\\\\\\\" Allan Kardec Continue Lendo »

3 - Emmanuel e Chico Xavier

3 - Emmanuel e Chico Xavier

\\\\\\\"A humildade não está na pobreza, não está na indigência, na penúria, na necessidade, na nudez e nem na fome. A humildade está na pessoa que tendo o direito de reclamar, julgar, reprovar e tomar qualquer atitude compreensível no brio pessoal, apenas abençoa.\\\\\\\" (Emmanuel e Chico Xavier) Continue Lendo »

4 - Bezerra de Menezes e Divaldo Franco

4 - Bezerra de Menezes e Divaldo Franco

\\\\\\\"Solidários, seremos união. Separados uns dos outros seremos pontos de vista. Juntos, alcançaremos a realização de nossos propósitos.\\\\\\\" (Bezerra de Menezes e Divaldo Franco) Continue Lendo »

5 - Joanna de Ângelis

5 - Joanna de Ângelis

\\\\\\\"A bondade é um pequeno esforço do dever de retribuir com alegria todas as dádivas que o homem frui, sem dar-se conta, sem nenhum esforço, por automatismo - como o sol, a lua e as estrelas, o firmamento, o ar, as paisagens, a água, os vegetais, os animais...\\\\\\\" (Joanna de Ângelis) Continue Lendo »

 

Tag Archives: Mundo Espírita

Francisco Cândido Xavier

ChicoXavier1

Reprodução Web
Francisco Cândido Xavier
(Chico Xavier)


Capítulo XXXIII


Observamos os martírios vividos pelo nosso querido irmão – Francisco Cândido Xavier – e a sua habitual compreensão.

Abaixo, transcrevemos maravilhoso artigo sobre a sua vida, estampado no “Mundo Espírita”, pág. 06/07 – maio de 95, a quem pedimos vênia.

“O povo era cordial e conservador. E alheio às imensas mudanças éticas e sociais que se aceleravam em todo o mundo.

Comia seu feijão tropeiro, seu angu com couve, pintava, trabalhava e ia à missa. Que todos eram católicos, reverentes ao senhor vigário, rebanho dócil, que encarava qualquer manifestação do maravilhoso, como travessura do capeta.