Creche Isabel a Redentora comemora a chega da estação das flores

Creche Isabel a Redentora comemora a chega da estação das flores

Por (Eni) A primavera é uma estação de muita cor, luz,  alegria e prosperidade. As paisagens enchem-se de cores, deixando ruas, campos, parques e jardins com o aspecto alegre Continue lendo >>>

Semana do Folclore na Creche Marieta Navarro Gayo

Semana do Folclore na Creche Marieta Navarro Gayo

Por  (Eni) O nosso país, é dono de uma riqueza cultural incomparável, graças à mistura entre diferentes etnias dos mais variados povos e culturas. O folclore brasileiro é bem Continue lendo >>>

Viva São Pedro e viva São João na Creche Marieta Navarro Gayo

Viva São Pedro e viva São João na Creche Marieta Navarro Gayo

Por (Eni) A festa junina é uma tradição e faz parte da cultura escolar, anima e promove a socialização entre crianças, famílias e professores. Os 75 alunos da creche Marieta Continue lendo >>>

Viva São João e viva São Pedro na Creche Isabel a Redentora

Viva São João e viva São Pedro na Creche Isabel a Redentora

Por (Eni) Neste clima  de muita descontração, alegria e animação, que as criancinhas  da Creche Isabel a Redentora realizou o Arraiá de São João no ultimo dia 27. “Festas Continue lendo >>>

Natal das Crianças nas Creches Isabel “a Redentora” e Marieta Navarro Gaio

Natal das Crianças nas Creches Isabel “a Redentora” e Marieta Navarro Gaio

Divulgação CMP Por (Eni) Com muitas brincadeiras, músicas, danças e presentes as crianças  das Creches Isabel  “a Redentora”  de Teresópolis e Marieta Navarro Gaio sediada em Rio de Janeiro, foram contempladas Continue lendo >>>

 

Tag Archives: Joanna de Ângelis

Divaldo Pereira Franco – parte II


Capítulo XXXIV


divaldo-franco

Reprodução Web
Divaldo Pereira Franco

Mas com a guerra chegando cada dia mais perto do Brasil, a recessão também aumentava. Com menos de quinze dias de admitido ele foi demitido … Que fazer? Voltar para a modesta pensão em que morava seria arriscado.

A senhora, pobre também, desconfiaria que ele estava sem trabalho e certamente iria despejá-lo. Perambulou pela cidade e foi parar na amurada do alto do Elevador Lacerda. Pensava e chorava. Apareceu-lhe sua irmã Nayr, desencarnada, que lhe disse:

“- Matar-se, nunca! O suicídio é o maior crime que se pode cometer, meu irmão.”