Creche Isabel a Redentora comemora a chega da estação das flores

Creche Isabel a Redentora comemora a chega da estação das flores

Por (Eni) A primavera é uma estação de muita cor, luz,  alegria e prosperidade. As paisagens enchem-se de cores, deixando ruas, campos, parques e jardins com o aspecto alegre Continue lendo >>>

Semana do Folclore na Creche Marieta Navarro Gayo

Semana do Folclore na Creche Marieta Navarro Gayo

Por  (Eni) O nosso país, é dono de uma riqueza cultural incomparável, graças à mistura entre diferentes etnias dos mais variados povos e culturas. O folclore brasileiro é bem Continue lendo >>>

Viva São Pedro e viva São João na Creche Marieta Navarro Gayo

Viva São Pedro e viva São João na Creche Marieta Navarro Gayo

Por (Eni) A festa junina é uma tradição e faz parte da cultura escolar, anima e promove a socialização entre crianças, famílias e professores. Os 75 alunos da creche Marieta Continue lendo >>>

Viva São João e viva São Pedro na Creche Isabel a Redentora

Viva São João e viva São Pedro na Creche Isabel a Redentora

Por (Eni) Neste clima  de muita descontração, alegria e animação, que as criancinhas  da Creche Isabel a Redentora realizou o Arraiá de São João no ultimo dia 27. “Festas Continue lendo >>>

Natal das Crianças nas Creches Isabel “a Redentora” e Marieta Navarro Gaio

Natal das Crianças nas Creches Isabel “a Redentora” e Marieta Navarro Gaio

Divulgação CMP Por (Eni) Com muitas brincadeiras, músicas, danças e presentes as crianças  das Creches Isabel  “a Redentora”  de Teresópolis e Marieta Navarro Gaio sediada em Rio de Janeiro, foram contempladas Continue lendo >>>

 

Passou pela primeira, segunda e foi parar na terceira esfera

esfera

                 Reprodução Web


 


Estávamos em plena reunião mediúnica, na “Casa da Mãe Pobre”.

Um dos mentores espirituais toma o médium, Dr. Amadeo Santos, primoroso e seguro médium, possuidor de várias faculdades, e apresenta o seguinte episódio:

“Houve uma época em que alguém enviou para o espaço uma prece, não foi propriamente uma prece, mas, sim um pensamento tão profundo que varou a primeira Esfera, a segunda e somente na terceira Esfera é que se conseguiu a solução do motivo do citado apelo”.

HISTÓRICO

Meses antes, não lembramos quantos, um dos médicos da “Casa da Mãe Pobre” convidou um seu amigo e colega para visitar a nossa Instituição.

Caso banal, sem maiores conseqüências. Acontece que esse amigo era o Coordenador dos Serviços Médicos da Previdência Social – nome usado na época. Andávamos a substituir as manilhas do esgoto primário por tubos de ferro de seis polegadas.

As ratazanas tinham avariado as manilhas existentes, em alguns lugares. E na falta de maior espaço as manilhas arrancadas foram colocadas no corredor externo, de 2 metros de largura, enlameando de terra toda aquela faixa.

O citado Coordenador não gostou de ver a terra e os detritos espalhados pelo local.

No dia seguinte, chamou ao seu gabinete o auxiliar imediato e mandou-o providenciar o descredenciamento da nossa Instituição. Em outras palavras, era o rompimento do Convênio entre as duas partes.

O caso passou-se numa sexta-feira e nós tínhamos viajado para Teresópolis a fim de atender à Mansão dos Velhinhos, o que vínhamos fazendo periodicamente.

Quando na segunda-feira seguinte, às 7 horas, chegamos à Maternidade, já nos estava esperando o Dr. Napoleão Teixeira Leão, Chefe dos Serviços Médicos da Previdência Social, o qual nos relatou o ocorrido e que, mau grado ele e dois de seus auxiliares terem intercedido junto ao Assessor e ao próprio Coordenador, não os tinham conseguido demover das ordens emanadas da Chefia.

Aconselhou-nos o Dr. Napoleão a agir com rapidez junto aos nossos amigos, antes que a situação piorasse.

Foi aí que entramos em pânico. Onde iríamos buscar os recursos financeiros para a continuação dos Serviços Assistenciais às parturientes pobrezinhas? Que dias negros nos esperavam para o futuro? O que fazer em tais circunstâncias?

E o tempo foi passando, sem que pudéssemos concatenar as idéias. Ficamos tão apalermados que durante mais de uma hora não tivemos a menor idéia de ao menos fazer uma prece. Por outras palavras, perdemos a capacidade de raciocinar …

Passado todo aquele tempo, lembramo-nos de telefonar para o general Fábio de Castro, que também fazia parte da Diretoria. Não se achava em casa. Nova prostração por longo tempo. Por fim, lembramo-nos de telefonar para o General Lisboa de Carvalho, do Conselho Deliberativo da Instituição, explicando o incidente nos seus mínimos detalhes. O General escutou e escutou, indagando por fim:

” Você quer vir à minha casa ou devo ir à Maternidade?’ ,

“Vou já à sua residência”, respondemos.

Da nossa troca de idéias resultou ele falar desde logo com um sobrinho que trabalhava na Caixa Econômica, marcando uma reunião na Previdência Social – no Clube de Engenharia – às 14 horas. Chegando lá aguardamos um momento, quando chegou esse rapaz, simpática criatura, que nos levou ao oitavo pavimento, onde nos fez esperar por momentos. Logo a seguir surgiu ele com um médico alto, de cabelos brancos. Depois das apresentações seguimos para a sede principal da Previdência, na Galeria da Rua México e Av. Graça Aranha.

Já estávamos no elevador prestes a subir, quando chegou o Superintendente da Previdência Social. Fomos apresentados, mas essa criatura já nos conhecia, embora ligeiramente. Enquanto o elevador subia, o médico em questão foi falando com o Superintendente, pondo-o a par da situação. Este último, um tanto estouvadamente, colocou-se de acordo com o Coordenador dos Serviços Médicos, dizendo estar pronto para a cassação do Convênio com a “Casa da Mãe Pobre”.

Nesse meio tempo o elevador parou e saímos todos. O General, seu sobrinho e nós ficamos no meio do saguão, enquanto o médico de cabelos brancos conversava com o Superintendente um pouco afastados; não levou mais de cinco minutos, quando os dois voltaram. E o Superintendente teve o seguinte colóquio conosco:

“Ora, Senhor Magalhães, o senhor andou muito depressa. Fique descansado que temos muitas outras Casas de Saúde para sindicar, vamos dar o caso por terminado. “

Então nós três despedimo-nos do Superintendente e o médico desceu no elevador para acompanhar-nos até o térreo.

Quando chegamos lá em baixo, revelou-nos a conversa que tivera com o Superintendente, enquanto esperávamos:

“Informei-o sobre as dificuldades que adviriam para o Presidente da Previdência Social, se ele insistisse conjuntamente com o Coordenador nos seus propósitos de romper o Convênio com a Maternidade “Casa da Mãe Pobre”. E então lhe revelei que aquele moço que nos acompanhava era filho do General Portela, Chefe da Casa Civil do Presidente da República, na época o General Costa e Silva. E que o outro acompanhante era o General Carlos Lisboa de Carvalho, cunhado do mesmo General Portela.”

Nasceu ali a mudança brusca de atitude do Superintendente do INPS para com a Maternidade “Casa da Mãe Pobre”.

Quando o Espírito comunicante revelou naquela célebre reunião espírita que “houve uma época em que alguém enviou um pensamento tão profundo que varou a primeira Esfera, a segunda e somente na terceira Esfera é que se conseguiu a solução” referia-se ele à solução do grave problema que poderia atingir em cheio uma Instituição de Caridade, obrigando-a a diminuir sua assistência às parturientes pobrezinhas, com repercussão, também grave, noutros setores da Instituição.

No momento e de chofre, lembramo-nos daquele incidente, quando perdemos a noção do raciocínio. Tal o efeito da pancada que recebemos em nosso sensível coração. Devemos acrescentar que não comunicamos a ninguém, nem mesmo a qualquer companheiro de Diretoria, nem em nosso lar, o fato acontecido.

Mas esse mesmo episódio ficou registrado na Espiritualidade, e foi lembrado naquela célebre reunião, talvez com o intuito de trazer ao nosso conhecimento que todos os nossos atos mais importantes da vida são registrados lá em cima. O insólito do acontecimento serviu-nos de advertência para outros assuntos futuros.

O Senhor nos ilumine.


 


ri_1

CMP

 

Fonte: Livro Casa da Mãe Pobre 50 anos de amor de Henrique Magalhães

 



 

 

CONTATO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...