Creche Isabel a Redentora comemora a chega da estação das flores

Creche Isabel a Redentora comemora a chega da estação das flores

Por (Eni) A primavera é uma estação de muita cor, luz,  alegria e prosperidade. As paisagens enchem-se de cores, deixando ruas, campos, parques e jardins com o aspecto alegre Continue lendo >>>

Semana do Folclore na Creche Marieta Navarro Gayo

Semana do Folclore na Creche Marieta Navarro Gayo

Por  (Eni) O nosso país, é dono de uma riqueza cultural incomparável, graças à mistura entre diferentes etnias dos mais variados povos e culturas. O folclore brasileiro é bem Continue lendo >>>

Viva São Pedro e viva São João na Creche Marieta Navarro Gayo

Viva São Pedro e viva São João na Creche Marieta Navarro Gayo

Por (Eni) A festa junina é uma tradição e faz parte da cultura escolar, anima e promove a socialização entre crianças, famílias e professores. Os 75 alunos da creche Marieta Continue lendo >>>

Viva São João e viva São Pedro na Creche Isabel a Redentora

Viva São João e viva São Pedro na Creche Isabel a Redentora

Por (Eni) Neste clima  de muita descontração, alegria e animação, que as criancinhas  da Creche Isabel a Redentora realizou o Arraiá de São João no ultimo dia 27. “Festas Continue lendo >>>

Natal das Crianças nas Creches Isabel “a Redentora” e Marieta Navarro Gaio

Natal das Crianças nas Creches Isabel “a Redentora” e Marieta Navarro Gaio

Divulgação CMP Por (Eni) Com muitas brincadeiras, músicas, danças e presentes as crianças  das Creches Isabel  “a Redentora”  de Teresópolis e Marieta Navarro Gaio sediada em Rio de Janeiro, foram contempladas Continue lendo >>>

 

Francisco Cândido Xavier – parte IV

c.xavier-2

Foto: Acervo CMP
Distribuição de alimentos, por Francisco Cândido Xavier, em Uberaba, MG


Capítulo XXXIII


Ao que o Chico me respondeu não lhe ser possível levar a efeito tal declaração, devido a que os chefes da “trama”, tinham conseguido a cumplicidade de alguém, que ele, Chico, não queria melindrar recomendações de Jesus Cristo a Pedro, o seu discípulo, de que perdoássemos as ofensas, “não apenas por sete vezes, mas sim, por setenta vezes sete vezes”.

“E foi assim que lhe perdoei, disse o Chico, mas, para eu sair pela tangente, só me restava uma estrada, e foi essa que escolhi.”

Transferência para Uberaba e o Chico continuou:

“Comuniquei-me com os irmãos de Uberaba, os quais me abriram as portas dos seus corações. É para lá que vou me transferir. Esse incidente causou-me imensa tristeza e aflição, pelo fato de, não só tentarem denegrir o meu nome, como também, e principalmente, pôr em xeque a Doutrina que professamos.”
Dias após, o Chico, transportou-se para Uberaba.

Comentamos:

O relato do nosso irmão Adésio Alves Machado, vem comprovar a nossa revelação, pois colocou muito bem o assunto “campanha difamatória”.
As “trevas” atacam por todos os lados, não somente os grandes, mas também os mais humildes médiuns, assim como as criaturas que estão em postos de evidência no Espiritismo.

Como não podem ferir de frente, devido ao zelo para com a Doutrina de parte daqueles que a professam, os trevosos aplicam a sua tática através dos flancos, valendo-se para esse fim de todas as brechas que descobrem, em tomo de suas vítimas.

Derivam, desses fatos, os grandes sofrimentos porque passa uma boa parte dos nossos médiuns e também das críticas de algumas criaturas desinformadas, inclusive alguns espíritas, os quais, desconhecendo a raiz dessas mazelas, e por sua vez, falhos de paciência e compreensão, começam a espalhar “boatos e ditos”, que julgam estar certos, mas que, na realidade, estão grandemente errados, causando enorme mal, aos médiuns e à Doutrina.

Esses ditos se espalham e aí temos o que aconteceu ao médium Arigó e a muitos outros, que após sua passagem para o outro lado da vida, foram barbaramente criticados por um grande número de criaturas.
É para tentar desfazer esses erros impensados, que estamos escrevendo este despretensioso livro.

Enfim: Homenagem à Chico Xavier

“Monção de Reconhecimento Mundial à Chico Xavier”
Transcrição de “O Espírita Mineiro”, nº 233, da lavra do eminente escritor José Martins Peralva Sobrinho. E também da FEB, do denodado amigo Dr. Juvanir Borges de Souza, a quem pedimos vênia para transcrever.

“Considerando os relevantes serviços do médium Francisco Cândido Xavier à Humanidade;
Considerando os seus 85 anos de idade e quase 70 a serviço do Consolador prometido por Jesus; Considerando os quase 400 livros publicados para o Brasil e o mundo com os mais diversificados assuntos, tratando, inclusive, da Unificação do Movimento Espírita.

Considerando, finalmente, a sua vida cristã e o seu trabalho para a regeneração da Humanidade:
O Conselho Federativo Nacional da Federação Espírita Brasileira e o Conselho Espírita Internacional:
Propõem:
” Que seja incluído nos anais do 1º Congresso Espírita Mundial, o nome do cidadão Francisco Cândido Xavier, do Brasil, ao Movimento Espírita Mundial, do seu trabalho na transformação da Humanidade.” Auditório “D” – do Congresso Mundial, 04 de outubro de 1995.
João Batista Cabral.
Presidente da Federação Espírita do Estado de Sergipe, membro do CFN/ FEB.”

FEB Congratula-se com Chico Xavier

c.xavier

Foto: Acervo CMP

Francisco Cândido Xavier

“A Federação Espírita Brasileira, em carta assinada por seu Presidente, Dr. Juvanir Borges de Souza, datada de 30 de outubro de 1995, comunicou a ocorrência ao médium Francisco Cândido Xavier, nos seguintes termos:

Brasília (DF), 30 de outubro de 1995.
Ilmo. Senhor
Francisco Cândido Xavier
A/C Grupo Espírita da Prece
Caixa Postal, 56 à 92 Avenida João XXIIÍ, 1.495
Parque Américas 38.045-100- Uberaba (MG)

Prezado Confrade e Amigo:

1. A presente tem por objetivo levar ao seu conhecimento que o Conselho Federativo Nacional da Federação Espírita Brasileira, em sua reunião de 04 de outubro de 1995, realizada conjuntamente com os Membros do Conselho Espírita Internacional e com a presença das delegações de diversos países presentes ao 1 º Congresso Espírita Mundial, tendo em vista proposta apresentada pelo Presidente da Federação Espírita do Estado do Sergipe, resolveu aprovar Moção de Reconhecimento e de Agradecimento à sua pessoa, por seus intensos trabalhos e pela vida de exemplos voltados ao estudo e à prática do Espiritismo, nos termos da Resolução anexa.

2. Apraz-nos informar-lhe, ainda, que o “Reformador” de dezembro de 1995 publicará a íntegra do documento em referência.

3. Sendo quanto se nos oferecia assinalar no momento,prevalecemo-nos da oportunidade para, augurando melhoras no seu estado de saúde, hipotecar-lhe os protestos de nossa elevada estima
e distinta consideração.
Juvanir Borges de Souza.

Presidente da Federação Espírita Brasileira.

Comentamos:

Ao lado das dificuldades, dos grandes sofrimentos: físico morais, aflições e perigos, surgem as várias homenagens prestadas a esse grande vulto da Humanidade, culminando com a que acabamos de transcrever, apontada e aprovada pelos representantes de 34 Nações (2.633 representantes) reunidos em Brasília, no 1 Q Congresso Espírita Mundial, em 04.10.1995.
Todas essas homenagens representam um refrigério para essa grande alma: Chico Xavier.

Comentário Final:

Milhares de pais e mães que choravam ao assistir a partida de seus filhos amados, para o outro lado da vida, passaram a viver mais confortados, após lerem as mensagens que esses filhos lhes enviaram, com provas irrecusáveis, através da maravilhosa mediunidade de Chico Xavier.
Juntando-se a leitura e meditação de mais de 400 livros de autores célebres, já desencarnados, versando sobre Ciência, Filosofia e Religião, recebido por esse notável médium, cremos, piamente, que ascende há vários milhões, o número de criaturas humanas que abandonaram o caminho do erro que vinham trilhando, navegando em “trevas”.

E passaram a cultivar as virtudes que Jesus Cristo nos ensinou, através do seu Evangelho de Amor e Luz.
Era missão para um gigante, mas esse nosso querido irmão, levou-a a cabo, em todos os seus itens, apesar das enfermidades que o atingiram e das pedras que as “trevas” colocaram em seu caminho.
Honra ao Mérito, ao nosso querido irmão Chico Xavier.

Louvado seja Deus!

 



… pág. 1  2  3  4


 

“Monção de Reconhecimento Mundial à Chico Xavier”
Transcrição de “O Espírita Mineiro”, nº 233, da lavra do eminente escritor José Martins Peralva Sobrinho. E também da FEB, do denodado amigo Dr. Juvanir Borges de Souza, a quem pedimos vênia para transcrever.

Fonte: Em Prol da Mediunidade

Pequena História do Espiritismo de Henrique Magalhães



 

 

CONTATO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...