Natal das Crianças nas Creches Isabel “a Redentora” e Marieta Navarro Gaio

Natal das Crianças nas Creches Isabel “a Redentora” e Marieta Navarro Gaio

Divulgação CMP Por (Eni) Com muitas brincadeiras, músicas, danças e presentes as crianças  das Creches Isabel  “a Redentora”  de Teresópolis e Marieta Navarro Gaio sediada em Rio de Janeiro, foram contempladas Continue lendo >>>

Natal das Crianças nas Creches Isabel “a Redentora” e Marieta Navarro Gaio

Natal das Crianças nas Creches Isabel “a Redentora” e Marieta Navarro Gaio

Divulgação CMP Por (Eni) Com muitas brincadeiras, músicas, danças e presentes as crianças  das Creches Isabel  “a Redentora”  de Teresópolis e Marieta Navarro Gaio sediada em Rio de Janeiro, foram contempladas Continue lendo >>>

Creches realizam festa de encerramento do ano letivo na Casa da Mãe Pobre

Creches realizam festa de encerramento do ano letivo na Casa da Mãe Pobre

Por (Eni)    Com o apoio da Casa da Mãe Pobre, as creches da Instituição Maria de Nazareth realizaram na tarde do dia 8 de dezembro (sábado),  a festa Continue lendo >>>

Creches da Casa da Mãe Pobre comemoram o dia das crianças

Creches da Casa da Mãe Pobre comemoram o dia das crianças

Creche Marieta Navarro Gayo e  Creche Isabel a Redentora, promovem festa em homenagem às crianças. Por (Eni) Num clima bastante animado e descontraído, as Creches Marieta Navarro Gayo e Continue lendo >>>

Alunos do Instituto Stella Almeida – ISA, realizam importante visita  a CMP  e fazem doações

Alunos do Instituto Stella Almeida – ISA, realizam importante visita a CMP e fazem doações

Por (Eni) Alem  das relevantes doações que são importantes na nossa rotina diária, demonstraram enorme amor e carinho  para nossos idosos e crianças assistidas em nossas instituições. Os alunos Continue lendo >>>

 

Category Archives: Creche “Isabel a Redentora”, Teresópolis, RJ

Francisco Cândido Xavier – parte III


Capítulo XXXIII


emmanuel

Desenho do Espírito Emmanuel
Foto: Acervo CMP

Atendeu-me uma senhora modesta, informando que Chico seguiria para o Grupo Espírita meia hora depois.

O Chico recebeu-me de braços abertos, pois eu levava uma recomendação do Sr. Manoel Quintão, Vice-Presidente da FEB, naquela época, seu grande arrugo.
O local era pequena e humilde casa, com pequeno salão, coberto de telha e piso de terra batida.

Anos após, construíram um amplo salão, mais apropriado, para substituir o pequenino. Bem assim pequeno hotel para atender aos visitantes de outras terras,que em número crescente iam tomar parte nas reuniões espíritas.

Francisco Cândido Xavier – parte II


Capítulo XXXIII


cxavier

Foto: Acervo CMP
Chico Xavier na adolescência

Um dia, cansado da solidão, João Cândido resolveu casar-se de novo. Encontrara uma mulher excepcional, Dona Cidália Batista. Tão excepcional que exigiu que o marido reunisse os filhos dispersos pelas casas dos parentes e amigos.

Quando voltou para casa, Chico encontrou Dona Cidália de braços abertos. Encorajado, abraçou-a. A intimidade veio rápida. Mas Chico era uma criança estranha. Vivia falando de suas visões, contava como em sonhos se deslocava até lugares de paisagens muito diferentes de Pedro Leopoldo. Mas a madastra era mulher de grande coração, que escondia sob a sua simplicidade um espírito sagaz, carente apenas de instrução.

Francisco Cândido Xavier

ChicoXavier1

Reprodução Web
Francisco Cândido Xavier
(Chico Xavier)


Capítulo XXXIII


Observamos os martírios vividos pelo nosso querido irmão – Francisco Cândido Xavier – e a sua habitual compreensão.

Abaixo, transcrevemos maravilhoso artigo sobre a sua vida, estampado no “Mundo Espírita”, pág. 06/07 – maio de 95, a quem pedimos vênia.

“O povo era cordial e conservador. E alheio às imensas mudanças éticas e sociais que se aceleravam em todo o mundo.

Comia seu feijão tropeiro, seu angu com couve, pintava, trabalhava e ia à missa. Que todos eram católicos, reverentes ao senhor vigário, rebanho dócil, que encarava qualquer manifestação do maravilhoso, como travessura do capeta.