Natal das Crianças nas Creches Isabel “a Redentora” e Marieta Navarro Gaio

Natal das Crianças nas Creches Isabel “a Redentora” e Marieta Navarro Gaio

Divulgação CMP Por (Eni) Com muitas brincadeiras, músicas, danças e presentes as crianças  das Creches Isabel  “a Redentora”  de Teresópolis e Marieta Navarro Gaio sediada em Rio de Janeiro, foram contempladas Continue lendo >>>

Natal das Crianças nas Creches Isabel “a Redentora” e Marieta Navarro Gaio

Natal das Crianças nas Creches Isabel “a Redentora” e Marieta Navarro Gaio

Divulgação CMP Por (Eni) Com muitas brincadeiras, músicas, danças e presentes as crianças  das Creches Isabel  “a Redentora”  de Teresópolis e Marieta Navarro Gaio sediada em Rio de Janeiro, foram contempladas Continue lendo >>>

Creches realizam festa de encerramento do ano letivo na Casa da Mãe Pobre

Creches realizam festa de encerramento do ano letivo na Casa da Mãe Pobre

Por (Eni)    Com o apoio da Casa da Mãe Pobre, as creches da Instituição Maria de Nazareth realizaram na tarde do dia 8 de dezembro (sábado),  a festa Continue lendo >>>

Creches da Casa da Mãe Pobre comemoram o dia das crianças

Creches da Casa da Mãe Pobre comemoram o dia das crianças

Creche Marieta Navarro Gayo e  Creche Isabel a Redentora, promovem festa em homenagem às crianças. Por (Eni) Num clima bastante animado e descontraído, as Creches Marieta Navarro Gayo e Continue lendo >>>

Alunos do Instituto Stella Almeida – ISA, realizam importante visita  a CMP  e fazem doações

Alunos do Instituto Stella Almeida – ISA, realizam importante visita a CMP e fazem doações

Por (Eni) Alem  das relevantes doações que são importantes na nossa rotina diária, demonstraram enorme amor e carinho  para nossos idosos e crianças assistidas em nossas instituições. Os alunos Continue lendo >>>

 

Category Archives: Casa da Mãe Pobre – 50 anos de Amor

A perna mecânica


 


nao-julgue

                           Reprodução Web

Em 1944, após uma de nossas visitas ao Tijuca Tênis Clube, que por várias vezes nos cedeu seu salão para levarmos a efeito bailes familiares, cujo resultado nos ajudava na construção do futuro Hospital, tomamos um bonde para a cidade, esses bondes chamados “Bataclans” eram espaçosos e modernos. Naqueles bons tempos não havia ônibus.

Naquele momento – deveriam ser 13 horas – o bonde estava lotado, motivo pelo qual viajávamos no estribo.

Um Servo do Senhor


 


espiritos

                     Reprodução Web

Coriolano dos Reis de Araújo Góis, era um homem notável. Marido exemplar e pai de onze filhos, todos com educação esmerada, era como dizemos comumente, um mão aberta para os necessitados. Por vezes vimo-lo pedir dinheiro emprestado, para doar aos desvalidos.

Certa feita, sua esposa, ótima criatura e desvelada mãe, declarou-se desolada devido ao procedimento do marido neste particular e pediu nossa opinião. Naturalmente defendemos o velhinho, pois já tinha os cabelos brancos, e respondemos: “O Dr. Coriolano é um poço de virtude, segundo os padrões evangélicos. “

Ponto alto

emmanuel

                Reprodução Web


 


Vez por outra viajamos a Caratinga, bonita cidade mineira, encravada entre várias fazendas, onde nos prendem laços de fraternal amizade. Foi naquele local, no Centro Espírita Dias da Cruz, que nos curamos de pertinaz enfermidade na coluna dorsal, possivelmente em 1972. Naquela época assistiam aos trabalhos de materialização não só os enfermos, mas também seus acompanhantes.