Um Servo do Senhor

  Coriolano dos Reis de Araújo Góis, era um homem notável. Marido exemplar e pai de onze filhos, todos com educação esmerada, era como dizemos comumente, um mão aberta para os necessitados. Por vezes vimo-lo pedir dinheiro emprestado, para doar aos desvalidos. Certa feita, sua esposa, ótima criatura e desvelada mãe, declarou-se desolada devido ao

countinue reading

Ponto alto

  Vez por outra viajamos a Caratinga, bonita cidade mineira, encravada entre várias fazendas, onde nos prendem laços de fraternal amizade. Foi naquele local, no Centro Espírita Dias da Cruz, que nos curamos de pertinaz enfermidade na coluna dorsal, possivelmente em 1972. Naquela época assistiam aos trabalhos de materialização não só os enfermos, mas também

countinue reading

Campanha financeira em São Paulo

  Em 1958, levamos a efeito uma Campanha Financeira na Cidade de São Paulo. Éramos o portador de cartas de recomendação para algumas firmas indústrias, fornecidas por importante firma comercial do Rio, cliente das mesmas. Como todas as despesas eram por nossa conta, inclusive as passagens e estadia, e o dinheiro naqueles tempos escasseava, hospedamo-nos

countinue reading

A mulher que usava saias de renda

  Passou-se o caso em 1975. Os médicos vínhamos pressionando para cobrarmos taxas às gestantes e parturientes pobres que as pudessem pagar. Éramos contra e continuamos com o mesmo pensamento, pois os funcionários que não têm prática de avaliar as criaturas, nem o coração bastante sensível para avaliar as desgraças alheias, passariam a cobrar dos

countinue reading