Loja Maçônica Perfeita União 8 nr 70,  entrega presentes a crianças da Creche Marieta Navarro Gayo

Loja Maçônica Perfeita União 8 nr 70, entrega presentes a crianças da Creche Marieta Navarro Gayo

Por (Eni) Foi com ansiedade que as crianças da creche Marieta Navarro Gayo receberam presentes entregues  pela Loja Maçônica Perfeita União 8 nr 70, que fica situada à Rua Continue lendo >>>

Instituição Maria de Nazareth, Casa da Mãe Pobre recebe visita da MV1

Instituição Maria de Nazareth, Casa da Mãe Pobre recebe visita da MV1

Por (Eni) A Instituição Maria de Nazareth, Casa da Mãe Pobre, esteve movimentada em 29 de novembro passado por uma turma de ilustres visitantes do conceituado Colégio MV1 – Continue lendo >>>

Creche Isabel a Redentora comemora a chega da estação das flores

Creche Isabel a Redentora comemora a chega da estação das flores

Por (Eni) A primavera é uma estação de muita cor, luz,  alegria e prosperidade. As paisagens enchem-se de cores, deixando ruas, campos, parques e jardins com o aspecto alegre Continue lendo >>>

Semana do Folclore na Creche Marieta Navarro Gayo

Semana do Folclore na Creche Marieta Navarro Gayo

Por  (Eni) O nosso país, é dono de uma riqueza cultural incomparável, graças à mistura entre diferentes etnias dos mais variados povos e culturas. O folclore brasileiro é bem Continue lendo >>>

Viva São Pedro e viva São João na Creche Marieta Navarro Gayo

Viva São Pedro e viva São João na Creche Marieta Navarro Gayo

Por (Eni) A festa junina é uma tradição e faz parte da cultura escolar, anima e promove a socialização entre crianças, famílias e professores. Os 75 alunos da creche Marieta Continue lendo >>>

 

A primeira Secretaria da “Casa da Mãe Pobre”

rsenfurtado

Reprodução Web


 


Nunca é demais lembrar os trabalhos realizados por Nilo Silva. Desde que assumimos a responsabilidade de coordenar esforços para ser fundada a Maternidade “Casa da Mãe Pobre”, o querido Nilo sempre esteve ao nosso lado, incentivando-nos ao trabalho santo.

No princípio, enquanto o restante da Diretoria estava indecisa e sem ação, era de ver-se o Nilo Silva procurando empurrá-la para a frente, e as advertências foram tantas que também nos vimos na contingência de sairmos de nossa residência de madrugada para nos encontrarmos com alguns amigos vendedores de cereais de casas de atacado.

Dia após dia, de segunda a sábado, saíamos com um desses amigos e assim vasculhamos todo o Rio de Janeiro e subúrbios, angariando sócios contribuintes para a nossa Instituição, o que serviu de rumo para empreendimentos futuros.

Aquele embalo também serviu para entusiasmar ainda mais o Nilo, que saiu a pedir jornais velhos, utensílios usados, móveis em desuso, garrafas vazias e tudo que representasse algum valor.

A primeira Secretaria da Instituição funcionou na casa do Nilo, na Rua Senador Furtado nº 131, no Maracanã. Era lá que o nosso amigo guardava as quinquilharias que arranjava.

Quando compramos o prédio da Rua Frei Pinto 16, RJ, em pouco tempo ele estava entulhado de bugigangas. Uma das filhas do Nilo, a Inês, desempenhava o cargo de Secretária, nas horas vagas, a título gratuito.

Quando faleceu a proprietária do prédio da Rua Ibituruna nº 81, foi o Nilo que meteu na nossa cabeça a idéia de a Instituição comprar a propriedade.

Com o seu auxílio e muito esforço, a Instituição comprou o importante imóvel, que, vendido mais tarde, proporcionou recursos que nos possibilitaram dar um grande salto à frente, expandindo nossos serviços assistenciais.

Ao nosso querido e sempre lembrado irmão Nilo, que fez do seu próprio lar a primeira Secretaria da Maternidade “Casa da Mãe Pobre”, nossas expressivas homenagens e gratidão.


 


ri_1

CMP

 

Fonte: Livro Casa da Mãe Pobre 50 anos de amor de Henrique Magalhães



 

 

CONTATO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...